Faça seu login

Quem está On line

Temos 80 visitantes e Nenhum membro online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Velha guarda estacio alegoria e são jorge 2016 desfile“Já imaginaram um agrupamento carnavalesco na rua andando e cantando de acordo com o ritmo? Cheguei à conclusão que precisava transformar. E que diferença, hem?” Ismael Silva, compositor.

Nas esquinas da boemia, aquelas do bairro do Estácio, os grupos carnavalescos saiam cantando em procissão profana. Vanguardista, um preto de Niterói, já se considerava dali. Escutava o ritmo, olhava os desfiles aleatórios...

Como um inventor fantástico, achou que deveria transformar aquela manifestação. Acabou criando, Ismael Silva e outros notáveis bambas, a escola de samba, responsável pelo maior show da terra. Por um universo que nem ele poderia imaginar.

Considerada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a primeira escola de samba do Brasil, a Estácio de Sá recebeu o título por ser herdeira cultural da “Deixa Falar”, primeira agremiação a usar o nome “Escola de Samba”, fundada em 12 de agosto de 1927. É nesta data que o Grêmio Recreativo Escola de Samba Estácio de Sá, comemora o seu aniversário.

Preservar a memória para construir o futuro

Agora já são 89 anos e a Estácio de Sá se organiza para o seu noventenário. Como um dos seus fundadores, Ismael Silva, a escola olha para o futuro sem esquecer o passado.

O diretor do departamento cultural da Estácio de Sá, Cláudio Rocha, destaca a preocupação da escola com resgate da sua memória. “Estamos trabalhando para formar um acervo histórico/cultural. Esse vai ser o nosso maior presente para os 90 anos da nossa Estácio e o legado do Departamento Cultural”, disse o bibliotecário e pesquisador.

Sem dar mais detalhes, o diretor que comanda ações comemorativas adiantou que trabalha para registrar documentalmente o acervo e para tornar a história da escola popular entre os amantes do samba e pelo mundo a fora. Para ele, “referenciar a história é o primeiro passo para se construir bases sólidas”.

O Departamento Cultural do Estácio conta também com a participação de Rachel Martins, Filipe Medrado, Marcio Anastácio e Renata Luiza. Todos muito empenhados em levar para os Estacianos, todas as histórias da querida agremiação do bairro do Estácio.


Departamento Cultural do GRES Estácio de Sá

FacebookTwitterGoogle Bookmarks

Busca