• Ano Novo começa com ensaio no Berço do Samba

    O Ano Novo começa com agito na quadra da Estácio de Sá. Para dar boas-vindas a 2018, a primeira escola de samba do Brasil realiza nesta sexta, 05 de janeiro, seu primeiro ensaio comercial dando ao público aquele aperitivo do Carnaval.

    Com todo o seu elenco se apresentando para levar ao público muita diversão, a bateria Medalha de Ouro entra em cena ditando o ritmo para Serginho do Porto viajar pelos sambas que enriqueceram a história do pavilhão vermelho e branco. Tititi do Sapoti, Paulicéia Desvairada, Círio de Nazaré, Dança da Lua e são Jorge, são apenas alguns dos hinos que fazem parte do repertório do show que conta com o bailado dos casais de mestre-sala e porta-bandeira, além do gingado dos passistas, baianas e Harmonia.

    Leia mais...

  • Estácio faz seu primeiro ensaio de rua nesta segunda-feira

    Com o canto afinado e o Carnaval se aproximando, a Estácio de Sá irá realizar seu primeiro ensaio de rua na próxima segunda-feira, 11 de dezembro, a partir das 20h. O enredo da vermelho, que em 2018 irá mostrar a importância dos mercados populares no desenvolvimento do comércio carioca, encerrará o primeiro dia de desfiles da série A no Carnaval do próximo ano. Com time renovado e cheio de gás, a primeira escola de samba do Brasil vem investindo muito na força da comunidade para ter sucesso.

    - Estamos ensaiando exaustivamente para fazer uma apresentação brilhante na Avenida. Temos caras novas, mas extremamente competentes e comprometidas com o projeto que estamos preparando para mostrar na Sapucaí e isto nos dá cada vez mais ânimo, diz Serginho do Porto, intérprete da escola.

    Leia mais...

Vermelho e branco vai falar sobre Singapura

Com um coquetel restrito a autoridades, empresários e representantes de seus principais segmentos, o GRES Estácio de Sá anunciou o enredo com o qual pretende disputar o campeonato da Série A no Carnaval 2018. A primeira escola de samba do Brasil, escolheu Singapura como tema que defenderá na Marquês de Sapucaí.

Em uma coletiva de imprensa da qual fizeram parte o carnavalesco Chico Spinosa, o presidente Leziário Nascimento e Felicia Chua, responsável pelos assuntos de relações internacionais da Embaixada de Singapura no Brasil, o trio falou um pouco sobre a escolha do tema e o planejamento para o desfile.

- Temos muitas coincidências interessantes entre a Estácio e Singapura. Somos leões em símbolo – o do país/tema é o Merlion – somos vermelho e branco em cores e, somos guerreiros. Vamos com uma proposta inovadora para 2018 porque a Estácio é uma escola que, apesar de tradicional, é ousada, corajosa e sempre apresentou em seus desfiles, propostas modernas. Está na hora de colocar essa modernidade de volta porque 1992 já está muito longe, disse o carnavalesco referindo-se ao inesquecível “Paulicéia Desvairada”, enredo que deu o único título à escola de Ismael Silva.

Feliz com a parceria, Felicia Chua também expos sua opinião sobre a Estácio ter a “Cidade dos Leões” como enredo.

- Estamos celebrando os 50 anos de uma parceria muito feliz entre o Brasil e Singapura. São relações diplomáticas e econômicas que vêm sendo muito importantes para ambas as partes e a Estáci ovai retratar muito bem toda esssa história. Queremos estar cada vez mais perto dos brasileiros, agora culturalmente, através dessa manifestação do Carnaval, a maior festa do país. O Brasil tem sido muito importante para nós, assim como nós estamos de portas abertas para os brasileiros, disse Felicia.

O evento aconteceu no clube Municipal e contou com a presença de representações diplomáticas de Singapura e também do Egito, além de empresários com investimentos naquele país e personalidades do samba, como Xande de Pilares que foi prestigiar a estreia de Serginho do Porto no comando do carro de som estaciano. Esta é a terceira incursão do intérprete na escola.

Chuvisco se despede, emocionado, da bateria Medalha de Ouro

Além da alegria que a ocasião propunha, houve também espaço para emoção. Despedindo-se da Medalha de Ouro, mestre Chuvisco passou o comando do segmento a outra cria da escola, mestre Wallace, mais conhecido como Gaganja. Em meio às lágrimas dos segmentos e rimistas presentes, Chuvisco, que está indo para a Vila Isabel declarou emocionado: “A Estácio é uma verdadeira escola de samba e eu sou só mais um dentro das estatísticas. Aqui eu me criei, é minha família e eu prometo trabalhar duro para levar os 40 pontos para a Swingueira e honrar o nome do Estácio, que me ensinou tudo o que sei e que me mostrou para o mundo inteiro”.

A equipe completa para o Carnaval 2018 será apresentada oficialmente à comunidade durante a Feijoada de São Jorge, como já é costume na agremiação. Na ocasião também será anunciado o título do enredo.

FacebookTwitterGoogle Bookmarks

ALAS COMERCIAIS

SIGA-NOS

Nossos Parceiros

HINO 2018

Faça seu login

Quem está On line

Temos 123 visitantes e Nenhum membro online

Choose your language

Busca

Leão na Educação