ÁLBUM DE FOTOS

Faça seu login

Quem está On line

Temos 24 visitantes e Nenhum membro online

Últimos Usuários

  • ASCOM GRES Estácio de Sá
  • Joice Hurtado
  • Marcio Lopes

vacuo

     O morro do São Carlos, no Estácio, guarda histórias que se misturam com a história do Carnaval e boa parte delas, passam pela trajetória de vida de alguns dos membros da galeria de Velha Guarda do GRES Estácio de Sá. Antes chamava-se “Unidos de São Carlos” e que originalmente era a fusão do “Paraíso das Morenas”, “Recreio de São Carlos” e “Cada Ano Sai Melhor”.  A mudança de São Carlos para Estácio de Sá ocorreu em 1985. Mas tudo começou com a Deixa Falar, fundada por Ismael Silva (1905-1978), Alcebíades Barcelos (Bíde, 1902-1975), seu irmão Mano Rubem (Rubem Barcelos, 1904-1927) e Armando Marçal, de uma turma também integrada por Buci Moreira (1909-1982), Mano Elói (Elói Antero Dias, 1888-1971), Nilton Bastos (1899-1931), Mano Aurélio (Aurélio Gomes), Baiaco (Osvaldo Caetano Vasques, 1913-1935), Brancura (Sílvio Fernandes, 1908-1935) e Mano Edgar (Edgar Marcelino dos Passos, 1900-1931), sogro de João Gradim (João de Oliveira).

Leia mais...

Eliminatórias de samba e pagode estão no calendário

Berço do Samba e lugar perfeito para a diversão dos 8 aos 80 anos, a Estácio de Sá preparou programação intensa para aquecer o feriado da Independência.  Começando na sexta-feira, 4, onde quem dita o ritmo é a bateria Medalha de Ouro, que brindará os amantes do samba com mais uma apresentação empolgante.

Comandada por Mestre Chuvisco, a bateria nota 40 embalará o público juntamente com a voz de Leandro Santos que abrirá passagem para o show com os principais segmentos da agremiação. Ao som de sucessos que marcaram a história da primeira escola de samba do Brasil, passistas, baianas, velha–guarda e os casais de mestre-sala e porta-bandeira darão as boas-vindas para mais uma noite de duelo eletrizante das torcidas.

Leia mais...

Parceria de Dominguinhos do Estácio deixa o concurso

A Estácio de Sá realizou nesta sexta, 27, mais uma etapa do concurso que vai eleger o hino que a vermelho e branco cantará na Sapucaí em 2016 para homenagear São Jorge, o Santo Guerreiro.

Das 09 parceria que subiram ao palco do Berço do Samba para defender a permanência na disputa, uma foi a eliminada. Com 4 passadas (1 sem bateria e 3 com bateria), os compositores usaram e abusaram do colorido das bandeiras para conquistar os segmentos e o corpo de jurados.

Leia mais...

Festa no Berço do Samba começa às 22h

A disputa está ficando cada vez mais acirrada na Estácio de Sá. Das 16 obras inscritas no concurso que vai eleger a trilha sonora do enredo “Salve Jorge! O Guerreiro na Fé”, 09 continuam no páreo tentando avançar mais um degrau rumo à final que acontecerá no dia 9 de outubro.

Nesta sexta, 27 de agosto, a partir das 22h, mais um duelo de compositores tomará o palco do Berço do Samba para ver quem continua no concurso. Antes disto, porém, a primeira escola de samba do Brasil, brindará o público com a performance de seus principais segmentos que, embalados pela voz de Leandro Santos e pelo ritmo da bateria Medalha de Ouro comandada por mestre Chuvisco, darão um show de alegria e samba no pé relembrando os sucessos que marcaram a trajetória da vermelho e branco no Carnaval.

Leia mais...

001000272 a 2800150

A segunda semana de eliminatórias de samba-enredo na Estácio de Sá aconteceu na noite desta sexta-feira com casa cheia. A festa no Berço do Samba começou com a apresentação dos segmentos da vermelho e branco embalados pelos sucessos que fizeram a história da primeira escola de samba do Brasil. Ao som de Paulicéia Desvairada, que rendeu  título de 1992, Tititi do Sapoti e do tema do campeonato de 2015, passistas, baianas, e os casais de mestre-sala e porta-bandeira encantaram o público e abriram alas para o show das torcidas dos sambas concorrentes da noite.

Leia mais...

Doze composições seguem na disputa

No embalo das eliminatórias de samba-enredo, a Estácio de Sá vai realizar mais uma etapa da disputa que elegerá o hino oficial do enredo “Salve Jorge! O Guerreiro na Fé”, tema que marcará seu retorno ao grupo de elite do Carnaval carioca.

Nesta sexta-feira, 21, a partir das 22h, as doze parcerias que continuam na disputa subirão ao palco do Berço do Samba para defenderem o direito de permanecer no concurso. Em um duelo onde as armas serão bandeiras e bolas coloridas, a festa contará com a bateria Medalha de Ouro ditando o ritmo para os poetas da primeira escola de samba do Brasil.

Leia mais...

Aulas serão gratuitas para todos os níveis de ensino

Comunidade unida e comprometida com uma das questões mais importantes do país, a educação. Pensando nisso, o GRES Estácio de Sá, primeira escola de samba do Brasil, abrirá os seus portões para dar lições de cidadania e ajudar àqueles que querem construir um futuro sólido e promissor através da educação. A partir do dia 5 de setembro, começa o projeto Leão na Educação, com aulas de reforço escolar para um púbico de 7 a 18 anos.

Leia mais...

Com a presença de aproximadamente 100 pessoas, a Estácio de Sá entregou a sinopse do enredo “Salve Jorge! O guerreiro na fé”, tema com o qual defenderá a permanência no Grupo Especial, abrindo os desfiles da elite do Carnaval carioca.

Em uma breve explanação aos poetas estacianos, Chico fez a leitura do texto e pediu que os compositores da vermelho e branco se inspirem na devoção e nos exemplos do guerreiro Jorge da Capadócia para construir uma obra rica e emocionante.

Leia mais...

FacebookTwitterGoogle Bookmarks